Conheça as diferenças entre distanciamento social ampliado,...

Escolha um local
Campo obrigatório

Conheça as diferenças entre distanciamento social ampliado, seletivo e lockdown

Publicado em 26/05/2020 12:00

Você sabe o que diferencia distanciamento social ampliado, seletivo e lockdown? Diante da pandemia de coronavírus, compreender tais termos se tornou muito importante. 

A Organização Mundial da Saúde tem orientado diversas medidas na tentativa de conter o espalhamento do Novo Coronavírus, e no Brasil, muito se tem discutido sobre quais delas são ou não necessárias. 

Realmente, existem soluções específicas para cada situação e lugar, que devem julgadas e escolhidas diante do risco medido localmente. 

Qual é a medida adotada pelo Governo Brasileiro neste momento? Estamos no caminho correto? Falaremos sobre isso ao apresentar cada conceito. 

Distanciamento Social Ampliado

O distanciamento social ampliado é aquele que vale para todos. Independente de idade, profissão ou de ser ou não grupo de risco, os mais diversos setores da sociedade devem permanecer em casa pelo tempo determinado pelo Governo.

Nesse caso, fecham-se as escolas, universidades, eventos devem ser cancelados, empresas devem implementar o teletrabalho, etc. Apenas atividades essenciais podem ser mantidas.

O objetivo é evitar aglomerações. Por isso, passeios em ambientes abertos e caminhadas, por exemplo, são liberados desde que mantida a devida distância entre uma pessoa e outra.

Você provavelmente reconhece bem esse cenário, afinal, esta foi a medida adotada pelo Brasil e por muitos outros países durante a pandemia de Coronavírus, com objetivo de reduzir a velocidade de propagação da doença e prevenir o colapso do sistema de saúde.

Distanciamento Social Seletivo

A diferença entre distanciamento social ampliado e seletivo é simples. A medida, também conhecida como isolamento vertical, se restringe a certas pessoas, geralmente, a indivíduos pertencentes ao grupo de risco.

Sendo assim, não há restrição para toda a população. Contudo, aqueles que se enquadram em tal grupo, devem seguir todas as orientações, permanecendo em seus domicílios.

O objetivo dessa flexibilização é reduzir os prejuízos econômicos, tornando o momento menos traumático para população. Neste caso, o desafio é evitar que pessoas do grupo de risco tenham contato com pessoas infectadas, o que acaba dificultando o controle da doença.

Geralmente é feito uma progressão. Começa-se pelo distanciamento ampliado e conforme a situação se torna controlada, caminha-se em direção ao distanciamento seletivo.

Compartilhar

CRM 9872 MS

EmConsulta
Responsável técnica:
Dra. Thais Correia Leone Della Pace
CRM/MS 4056
Não achou o que procurava?
Como podemos ajudar?
Preencha os campos abaixo e informaremos
assim que ficar disponível.
Digite ao menos 3 caracteres